Página 1 de 29
1 2 3 29
F. E. Peters – Platão e platonismo

Categoria: F. E. Peters

  • noesis (Peters)

    nóêsis: a operação do noûs, pensar (como oposto à sensação), intuição (como oposto ao raciocínio discursivo) 1. Diferenças sutis entre a mera percepção de um objeto ou objetos, i. e., a sensação (aisthesis) e outra espécie de consciência psíquica que vai além dos dados dos sentidos e percebe coisas menos tangíveis, como semelhanças e diferenças…

  • asymmetron

    asýmmetron: incomensurável. A descoberta de que a diagonal de um quadrado não podia ser descrita em termos de uma proporção (logos) com o comprimento do seu lado, foi provavelmente consequência da descoberta do teorema de Pitágoras. Na Antiguidade foi atribuída ao pitagórico Hipasso que foi afogado por causa da sua revelação da irracionalidade (a-logos) da…

  • anaplerosis

    gr. anaplerôsis: plenitude, enchimento. Ligada à noção de prazer dos sentidos (hedone) em voga no século V e após, a da privação (kenosis) e plenitude (anaplerosis). Aristóteles nega a aplicabilidade da teoria kenosis-anaplerosis.

  • prolepsis (Peters)

    prótêpsis: compreensão prévia, antecipação, preconcepção Na epistemologia epicurista havia um critério supremo de verdade, a sensação (aisthesis; ver também aletheia); mas havia também os critérios subsidiários das emoções (pathe; ver hedone) e uma apreensão mental descrita por Epicuro como prolepsis (D. L. X, 31), e por Lucrécio como notitia (De rerum nat. IV, 476). A…

  • pronoia (Peters)

    1. A história mais recuada do conceito de providência pode ver-se na emergência, desde Diógenes a Aristóteles, de uma noção de finalidade (telos) inteligente que opera no universo. Em todos estes pensadores está nitidamente associado com o Deus inteligente cujas características começam a aparecer na fase final de Platão (ver Leis 899 onde a negação…

  • pseudos

    gr. ψευδής, pseúdos: falsidade, erro (gr. plane). O erro (pseudos) é um juízo (doxa) que não corresponde à realidade, quer à «realidade» da situação sensível quer à verdadeira realidade do eidos do qual o sensível participa.

  • pyr

    gr. πῦρ, πυρός, pyr: fogo. Embora o fogo esteja presente tanto nos sistemas de Anaximandro (Diels, frg. 12A10) como de Anaxímenes (13A7), ele é para ambos um produto, enquanto para Heráclito o universo (kosmos) é um fogo (Diels 22B30), não como uma arche mas antes como «matéria arquetípica», provavelmente em virtude da sua ligação com…

  • stigme

    3. A posição pitagórica que reduziu os corpos, através do número, a unidades é, com efeito, destruída logo que é estabelecida a distinção entre a unidade matemática (monas), o ponto geométrico (stigme), e um corpo com extensão (megethos), como Aristóteles prõcura fazer em vários lugares (ver Meta. 1080b, 1083b, 1090b; De an. 409a). Assim as…

  • synecheia

    gr. synécheia: continuidade, contínuo. Intuitivamente designa-se por este termo os fenômenos que duram no tempo e/ou são compostos de partes não separadas e percebidas como totalidades que não se poderia esgotar por divisão.

  • synkrisis

    gr. σύγκρισις, sýnkrisis: agregação, associação. O simples passar-a-ser (i. é, a partir do não-ser) ainda é impensável, mas recorrendo a vários graus de mistura (krasis) e associação (synkrisis) os corpos compostos podiam passar a ser (Empédocles, frg. 9; Anaxágoras, frg. 17). La composition des corps peut être considérée de deux points de vue : ou…